Saqueadores do Mar das Dunas – Parte 4

Dark Sun

Personagens:

00_party


Habitantes Inesperados

04_hejkinsPassando por uma armadilha logo na entrada, a caverna estava habitada por criaturas conhecidas como Hejkins – humanóides primitivos que cultuam a natureza e as luas de Athas. Ao se confrontar com eles, as poucas palavras compreendidas do Hejkins não ajudaram a evitar o banho de sangue que iria acontecer.

Todos os selvagens atacaram o grupo que não hesitou em se defender e eliminar todos que encontraram. Robertsky mencionou que o lar dessas criaturas estava próximo e seu líder possuía a chave para entrar nas ruínas.

Seguirem pelo outro corredor, emboscado os Hejkins restantes junto com um guardião Chuul da caverna. O persuasivo Robertsky revelou-se um mago que usa magia corrupta, usando esse poder para matar o líder e encontrando a tal chave.

04_chuul

Encontraram um veio de água, como em um oásis, uma raridade e provavelmente o motivo de haver criaturas habitando essas cavernas. E curiosamente um fosso na caverna, muito profundo e muito provavelmente um lugar para atirar vítimas.

Descansaram por algumas horas no lugar. Tso Shash não conseguiu descansar, passou as horas meditando perto do fosso, onde por algumas instantes ouviu as palavras “Ral Guthay” vindo do fundo do fosso como um mantra demoníaco. Eram os nomes das duas luas de Athas.

04_cave

Mas antes de descobrir mais sobre isso, Robertsky sumiu da caverna e levando consigo a chave para entrada das ruínas.


Os Servos de Ul-Athra

Perseguiram os rastros do traidor passando por um corredor acidentado e ao final – encontraram um templo protegendo a entrada das ruínas habitada por mortos-vivos. Seguidores de Ul-Athra sendo uma mistura de de ossadas entre homem e serpente.

04_undead

04_wormOs guardiões eram perigosos, quase levaram a morte o feiticeiro e o druida. Quando a batalha parecia vencida, um imenso esqueleto de serpente gigante levantou-se do chão e atacou impiedosamente os invasores. Quase à beira da morte os aventureiros derrotaram a fera e fugiram do lugar onde antes de mais uma armadilha fosse acionada, pois Nok tinha acionado sem saber um gás venenoso na câmara.

Gomorra encontrou no altar antes de sair, um Trinkal, umarma ritualística com poderes mágicos, feito de ossos de serpentes, era encantada para tornar-se incandescente quando empunhada.

Seguiram as pistas pelos corredores vazios, passando por câmaras abandonadas e becos em saída dessas ruínas milenares. Encontraram em seu caminho uma câmara repletas de estátuas e um fosso de sacrifício. Neste lugar foram emboscados por alguma maneira, por Robertsky – o mago tinha poderes antes desconhecidos pelo grupo, como tornar-se invisível, intangível e até comandar servos adormecidos de Ul-Athra nestas ruínas.

04_throne

Encurralados lutaram contra estátuas de homens-serpentes e um imenso sacerdote morto-vivo tentando sacrificar algum dos seres vivos na sala para Ul-Athra. Ao final os guardiões foram subjugados e todos fugiram deste lugar com uma aura profana.


Continua no próximo capítulo!

Anúncios
Esse post foi publicado em Dark Sun, Saqueadores do Mar das Dunas e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s