Presas de Westgate – Parte 14

Personagens:
Salantis Delvendor
(Cleric / Morning Lord – Humano) – Fábio


Glimwick Hodgefoodle
(Rogue / Artificer – Gnomo) – Robert

Lucien Petrus
(Wizard Evoker – Humano) – Tárik


H’aer Al’delain

(Fighter – Humano) – Cássio

Mestre de Jogo: Raphael


A Câmara

14_lab

Doleac estava concentrado observando o grupo — que ao notar o vampiro, sacam suas armas e esperam ele agir. O vampiro estava imóvel parado, seus olhos fitando cada um dos invasores, uma expressão séria e rancorosa. Suas mãos transformadas em garras, sujas de sangue, estavam apoiadas no sarcófago. Doleac já não lembrava mais o meio-elfo ranger que era, pois agora sua pele pálida e cabelos compridos claros ocultavam sua verdadeira natureza, tinha se tornado um assassino, não vida em seus olhos, apenas um fantasma do foi um dia.

Doleac: “Conheço poucos que tiveram a coragem de vocês que explorar um lugar como este, o abismo das teias. Estou impressionado como vocês subjugaram o guardião, Mourgrim – tenho que reconhecer, meu mestre estava certo a respeito de vocês, a ousadia de vocês. A sorte de vocês acabou, não há mais o velho Elthryn nem espadas lendárias para lhe ajudar. Contra os Máscaras da Noite de Westgate, não há vitória.

Entretanto, vocês arriscam suas vidas por quê? O que realmente vocês procuram?

É alguma causa nobre ou promessa que está cumprindo? Esta vila de Reddansyr está condenada, esta terra não é para os vivos.

14_doleac

Eu sei sobre vocês, Lucien, filho do falecido Evendur, que seu último trabalho foi para nós, construir esta câmara segura, longe dos olhos dos humanos. Mesmo após sua morte ele nos traiu trazendo seu filho para cá. Glimwick, um ladrão que não percebeu que tem portas que não podem ser abertas, mesmo quando está diante de uma. H’aer, um pirata que não tem anda em sua vida além da tristeza sua antiga vida, pensando que pode mudar seu destino, vai perceber que o destino está ligado ao sangue, você trilhou um caminho obscuro até aqui, só não percebeu ainda. E por fim Salantis, nosso nobre clérigo querendo honrar a alma de seu antigo amigo, Gaumond — ele foi tolo o suficiente para ignorar nossa mensagem.”

— Salantis: Seu trabalho de espionagem foi em vão, mesmo com todos seus obstáculos chegamos até sua fortaleza. Não sabemos porque vocês escolherem Reddansyr para atormentar, mas este lugar se verá livre dos Máscaras, depois de tudo que descobrimos, suas palavras serão as últimas. O que os Máscaras querem neste lugar, o que pé este lugar! Responda!”.

Doleac: “Eu não desejo confrontar vocês, todo este trabalho para chegar até aqui deve ser recompensado. Aliás, quero que trabalhem para mim. Vale q pena morrer por isso? Ninguém precisa morrer. Eu posso lhe mostrar um mundo onde não há morte, deter o poder entre a vida e morte, nem mesmo Kelemvor poderá levar sua alma.

Vocês não perceberam que a vila está condenada? Este é um lugar onde nada mais irá crescer, aqueles mortais miseráveis que vocês ajudaram, já estão mortos. Este é um lugar importante para nós, um dos berços de uma nova era que começará em breve. Nosso líder Orbakh, o sem face, nasceu aqui. Querem saber o que irá acontecer aqui, como os vivos serão extintos de Westgate? Junte-se a mim, é a única maneira para vocês.

H’aer: “Você fez a sua escolha, você escolheu viver nas trevas e viver do sofrimento dos vivos. Bom, nós fizemos a nossa ao entrar aqui, o fim de você e todos que ficarem do lado de uma Guilda de Assassinos miseráveis como você, que Selûne julgue seus atos, pois sua alma irá deixar este mundo agora!”.

H’aer arremessa sua adaga em direção à Doleac, que segura com sua mão, no momento que o guerreiro e Salantis já estão em sua frente com armas em punho. Nas trevas ao redor, quatro vampiros assassinos se materializam da neblina e um confronto na câmara se dá início.

14_fight

Glimwick e Lucien confrontam os vampiros enquanto H’aer e Salantis tentam desesperadamente para resistir à violência e força sobre-humana de Doleac. Os asseclas de Doleac são mais poderosos que os antecessores de Reddansyr, entre golpes de espada e feitiços, os aventureiros são feridos gravemente pelas garras e mandíbulas afiados dos vampiros, fazendo uma carnificina no lugar, cobertos de sangue de tantos ferimentos, o laboratório destruído, todos exaustos exceto os mortos-vivos. Em uma última tentativa antes de desmaiar, Salantis conjura seu último encantamento de Lathander, conjura um círculo de proteção que aprisiona os vampiros, exceto Doleac. O clérigo então, sangra no chão até desmaiar. H’aer tenta segurar com sua espada os avanços do Doleac, que fica fora de si ao sentir o sangue quente escorrendo no chão. Lucien esgotado e sem magias, usa seu último recurso, o bastão do Dragão Vermelho, conjura uma onda de chamas como de uma baforada de dracônica nos vampiros aprisionados, incinerando-os até restar o pó de seus ossos. H’aer encrava sua espada no tórax de Doleac, que arremessa o guerreiro para o outro lado da câmara quebrando vários ossos e o deixando soterrado por uma estante maciça de cai sobre ele. Ainda “vivo” Doleac se arrasta até Lucien que tenta se defender com seu bastão:

Doleac Vocês… vocês não podem impedir a vontade de Orbakh!”.

Glimwick que estava tentando libertar H’aer, puxa sua espada “Olho da Meia-noite” e usando seu único poder restante, salta como uma sombra e aparece atrás de Doleac, onde atravessa a garganta do vampiro com sua espada, fazendo o sangue escuro de Doleac jorrar e seu grito gutural ser afogado pelo sangue que escorre pela sua boca, seu corpo cai no chão, desmaterializando-se em uma neblina fantasmagórica, que foge do lugar pela passagem como uma brisa gelada…

09_abismo

Anúncios
Esse post foi publicado em Forgotten Realms, Presas de Westgate e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s